sábado, 5 de julho de 2008

Bem, tinha ideia em escrever, mas não sei se escreveria já se não tivesse sido pressionado, porque estava a estudar. Aliás, o post ia também falar nisso mesmo, a minha ausência, mais no meu blog em não escrever nada novo tem sido por causa disso, não tenho tido tempo para escrever sobre o que quero, ou seja, aqueles devaneios (desta vez pseudo-devaneios) em que demoro aquele tempo todo que já toda a gente sabe porque costumo depois escrever uns "P.S." a dizê-lo. Tem sido chegar a casa tarde e dar uma vista de olhos pelos blogs e deitar-me às horas que calha.
E o que ia (vou) escrever era sobre quinta, gostei do momento de descontracção durante uma pausa no estudo, que aconteceu durante o café depois do jantar. Éramos cinco e falou-se "delas", de quando se está apanhadinho e o outro lado dá luta e como por esse motivo e o resto da maneira de ser da pessoa fazem qualquer um em determinadas situações vacilar, quando o interesse é realmente verdadeiro. E isto em jeito de peripécias, dos passos que na altura se pensa em tomar e das coisas inesperadas que vão acontecendo, boas e más. Foi engraçado. Pena foi o tempo que se perdeu, tal como o que eu agora perdi para escrever isto, que como de costume levou uma data de ajustes e reajustes e mesmo assim fico com dúvidas se deveria publicar isto.

2 comentários:

Thunderlady disse...

És tu e todo o estudante que por aí anda - nesta altura nota-se bem!

Não encares esse (e este) tempo como perdidos. Foram antes usados de outra forma, mas perdidos não :)

Beijinhos, bons estudos, muito sucesso!

bonifaceo disse...

Eu sei que não foi propriamente tempo perdido, mas o tempo nesta altura por vezes parece pouco, isto para um baldas como eu. Ou seja, pois, sucesso... nos estudos tem sido algo complicado de há quase nove anos para cá.
Obrigado pelo apoio. Beijo.