quarta-feira, 15 de fevereiro de 2006

E o meu hobbie (estranho, ou pouco vulgar) é:

A Canaricultura.
Pronto, agora é que vou deixar de ter visitantes...
Já queria escrever sobre isto há algum tempo, mas queria uma foto recente.
Pronto, pronto, sou criador de canários, algo não muito vulgar para um rapaz da minha idade actualmente. Como vim estudar para Viseu, quem passou a tratar deles enquanto estou fora foi o meu pai, mas sobre a minha orientação sobre vitaminas e outras coisas.
Tive o meu primeiro canário em 96, o Tobias, e em 97 comprei-lhe uma fêmea e começou o gosto por este passatempo. Em 2000 fiz-me sócio da AOCA, Associação Ornitófila da Cidade de Aveiro, sócio nº58, e nº de stam 311-E, que é o número de criador internacional que vem nas minhas anilhas :D.
O famoso Bonifáceo é desse ano da primeira ninhada e por isso tão especial, e também porque é neto do Tobias, eh eh.
Tenho 2 voadouros e 12 gaiolas para criação, mas para já só 11 casais e no fim-de-semana a seguir a este devo tirar as divisórias que vêem na foto a separar os machos das fêmeas.
Para terminar tenho canários da raça Border e Gloster e canários de cor vermelhos mosaicos e ágata vermelhos mosaicos.

Demorei mais de uma hora a escrever este post porque não queria uma coisa muito longa e estava complicado ficar agradado com o que escrevia tendo isso em conta…

16 comentários:

Elentári disse...

"Pronto, agora é que vou deixar de ter visitantes..."
Não!
Por mim ganhaste uma fã.
Tenho sempre uma certa pena dos pássaros engaiolados, mas já vi que tens voadouros, e se o nome não enganar, servem para eles voarem com maior liberdade (corrige-me se estiver enganada).
Também percebo que gostas mesmo dos canários, é uma paixão, e melhor ainda, ajudas a que se multipliquem.
Quanto mais quente melhor e quantos mais bichos melhor. Adorei este post. Os canários são tão fofos!
Deve custar-te um bocado estar longe deles por causa das aulas...
Adorei o post e gostei de te conhecer um pouco melhor!

(tens bom gosto para os nomes que pões aos canários, são giros!)

bonifaceo disse...

És uma querida elentári.
Também sou contra engaiolar espécies selvagens, o que não é o caso dos canários, que à solta morreriam, há a espécie selvagem idêntica a esta mas só habita nas Canárias, Açores e Madeira. Sim, os voadouros servem para andarem lá à vontade os que não tenho a criar, pássaros mais velhos que já considero "da casa", como é o caso do Bonifáceo, lol, e os restantes quando acaba a época de criação.
Há alguns anos que deixei de pôr nomes, começaram a ser muitos e é complicado...
Sim, gosto mesmo dos canários, aliás, de animais no geral.
Beijo enorme.

Mipo disse...

e porque não? Se me dissesses que criavas cães de luta é que eu ficava um bocado chocada, agora canários não me faz confusão absolutamente nenhuma. Cheguei a ter um em miúda e gostava imenso dele - cantava que se fartava!

Confesso que era incapaz de ter esse hobbie, porque, a partir de certa altura e até hoje, me começou a fazer confusão ver animais presos. Nem sei explicar porquê. Quem me conhece sabe que não sou nada que se pareça com aquilo que se chama "defensora dos animais". Mas é assim. Manias...

Sol disse...

Eu sabia que havia alguma razão especial para seres a nossa mascote!! :) Adorei saber que crias canários!! Beijos

Zeka disse...

Isso é que vai ser quando tirares as divisórias carago...
Acho giro o teu passatempo e é melhor do que andar pra aí a vender droga.

Aquele abraço Boni e bota pra lá rapaz

innocent bystander disse...

ó boni, que maravilha! e já vai numa garbosa dinastia!
«bonifáceo, neto de Tobias». Soa bem, hem?

Beijinhos

bonifaceo disse...

Pronto, estava a exagerar quando dizia que me iam deixar de visitar...
ib, tenho lá 4 pelo voadouro descendentes do dito Tobias, mas deixei de criar com eles, lá se vai a dinastia...
Beijinhos às meninas e um abraço ao zeka.

salomé disse...

Diferente, boni! Quase estranho mas nada que impeça de cá voltar. Pelo contrário! ;)

Isis disse...

eu é mais piriquitos ;)Mas não é comum, não senhor!

manuel disse...

Fazes-me lembrar a infância: o meu pai também criava canários. Infelizmente agora sopram ventos desagradáveis para criadores de aves.
Ainda tenho embalsamados o casal de referência: rufia e bonitinha.
São óptimos companheiros, mas dão muito trabalho.

Zeka disse...

Tira lá as divisórias, meu!
Os gajos já devem tar com uma "ponta"...ai jasus.

Abraço

Zeka disse...

Tira! Tira! Tira!

bonifaceo disse...

Finalmente alguém que concorda que não é comum, obrigada isis e salomé, um beijinho, já agora.
E isis, mas crias piriquitos é?
Manuel, o pior mesmo foi a proibição das feiras de aves, mas o gosto geral continua.
Zeka, este fim-de-semana, vai ser este fim-de-semana.

SEAMOON disse...

Comun não é,mas lá que deve ser bem giro deve !!
Parabens e continua!
piu.

Hidrogenio disse...

Achei o máximo!!
bjs

jg disse...

Agora percebi a cena do pintassilgo.
Então o bony é pássarócultor.
Ha-de ter vantagens mas vou já fazer o rol das desvantagens. Comigo é assim, sempre a desmontar esquemas. Sou, assumidamente, do piorio.
Vamos lá:
1- Por muito inocente que queiras parecer, nos teus devaneios com as miúdas, vão sempre achar que és um bom Melro;
2- Nunca vais ter autoridade moral para, no meio do chiqueiral provocado pelo gaijedo, gritar: "Fechem o bico!!!"
3- Tás sujeito a armar uma baita duma confusão entre pássaros e passarinhas.
4- Corres o risco de nunca poder, como mandam os cânones, odiar a Catatua da tua sogra, presente ou futura;
5- Quando a tua mais-que-tudo te levar aos arames vais ficar sufocado por não poder gritar-lhe aos ouvidos: "És uma Arara do camandro"
Mas ó pá, gostos não se discutem.
É claro que tens uma vantagem demolidora sobre a concorrência:
Ninguém tem uma colecção maior de bicos do que tú.
E com esta, manda-los a todos ao tapete!!!